Ilha do Sal: INMG assinala efeméride com mesa redonda sobre “A Meteorologia versus Novos Desafios”

Espargos, 23 Mar (Inforpress) – “A Meteorologia versus Novos Desafios” é tema de uma mesa redonda promovida pelo Instituto Nacional da Meteorologia e Geofísica (INMG), no Sal, no âmbito das celebrações do Dia Mundial da Meteorologia, assinalado a 23 de Março.

A programação oficial destas celebrações com participantes das diferentes ilhas do país, acontecem no dia 08 de Abril com uma mesa redonda subordinada ao tema “A Meteorologia versus Novos Desafios”, entre outras reflexões, sendo concluídas no dia 11, com uma sessão sobre “Saúde e Proatividade no Trabalho”.

A abertura do evento será presidida pela PCA do INMG, Engª. Maria Da Cruz, que conduzirá o primeiro dia dos trabalhos, tendo como moderadora a directora do Gabinete de Comunicação e Imagem, Lucelina Martins.

“O Sol, a Terra, a Água e as Atividades Humanas”, “A Geofísica/Vulcanismo em Cabo Verde”, “Cabo Verde/Convenção Quadro das Mudanças Climáticas”, “Importância da Meteorologia aplicada à Aviação”, “Alterações Climáticas Globais: evidências, projeções e impacto sobre Recursos Hídricos, Agricultura, Biodiversidade e Pesca, são temáticas em reflexão, orientadas respectivamente, pelo administrador do INMG, Daniel Graça, e pelos engenheiros, Bruno Faria, Carlos Moniz, Eufémia Brito e Antonino Pereira.

Encontro Nacional de Directores, Meteorologistas e Supervisores, Auscultação das necessidades de melhoria e constrangimentos de cada sector, apresentação das atividades do INMG para 2019, Entrega de Certificados da Capacitação e Formação em MET Aeronáutica, conversa aberta entre Supervisores e Meteorologistas, entre outras matérias, fazem também parte do programa.

Entretanto, as actividades em celebração ao Dia Mundial da Meteorologia, tiveram início esta quinta-feira, no Sal, com visita de crianças dos jardins infantis à sede do INMG, divulgação nas escolas e na comunicação social da importância da agricultura, floresta e árvore, água e meteorologia.

Hoje um grupo de mais de 30 trabalhadores realizou uma “caminhada meteorológica” em celebração ao dia, desafiando os homens e mulheres da METEO a um percurso de 4 quilómetros, desde a rotunda da Enacol, nos Espargos, à sede do INMG.

E, no dia 27 de Março, Dia da Mulher Cabo-verdiana, o instituto vai homenagear as mulheres do INMG.

Para esta ocasião, o secretário-geral da Organização Mundial da Meteorologia (OMM), chama atenção pelas consequências do aumento das temperaturas que estão derretendo o gelo e aquecendo os oceanos, impulsionado por gases de efeito estufa de longa duração na atmosfera.

Petteri Taalas faz essa advertência na sua mensagem alusiva ao Dia Mundial da Meteorologia, este ano sob o tema “O Sol, a Terra e o Tempo”.

Segundo a mesma fonte, se a tendência actual das concentrações de gases de efeito estufa continuar, poder-se-á observar aumentos de temperatura de 3 °C a 5 °C até o final do século, “bem acima” do objetivo do Acordo de Paris da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima, que visa manter o aumento da temperatura média global abaixo de 2 °C e o mais próximo possível de 1,5 °C.

“A mudança climática levou a um aumento nos extremos de calor e a novos registos de temperatura – nos níveis diários locais, bem como nos níveis nacional, regional e global. Ondas de calor estão começando mais cedo e terminando no final do ano e se tornando mais frequentes e intensas como resultado da mudança climática, explica na sua mensagem.

Neste contexto, aponta ainda que os riscos relacionados ao clima para a saúde, meios de subsistência, segurança alimentar, abastecimento de água, segurança humana e crescimento económico devem aumentar com o aquecimento global.

SC/FP

Inforpress/Fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos