Governo vai homenagear ainda este ano o escritor Germano Almeida (c/vídeo)

Cidade da Praia, 28 Out (Inforpress) –O governo vai homenagear ainda este ano o escritor Germano Almeida, um dos mais proeminentes escritores cabo-verdianos de língua portuguesa, com uma silhueta, anunciou hoje o ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente.

O governante fez estas declarações em entrevista à Inforpress, quando falava sobre o Orçamento de Estado para 2024 que, segundo o mesmo, é o maior desde o início deste Governo, mas ainda assim é insuficiente para atender às necessidades do sector.

“Este ano ainda homenagearemos Germano Almeida no âmbito do festival literário, faremos uma réplica da homenagem que ele recebeu em Penafiel. Iremos fazer a instalação pública de uma homenagem que é uma silhueta do Germano Almeida que já está produzido e está a caminho de Cabo Verde”, afirmou o ministro, para quem será um momento de celebração da literatura cabo-verdiana.

Nesta senda, ressalvou, o Ministério da Cultura planeia relançar, no próximo ano, os prémios literários que, lamentou, não foram possível entregar este ano devido à escassez de verbas.

Anunciou ainda que já está encomendada uma silhueta para o escritor Arménio Vieira, o primeiro prémio Camões cabo-verdiano.

A silhueta, de acordo com o ministro, vai ser replicada para mais figuras no Mindelo, precisando que já se dispõe de uma lista que inclui todos os claridosos, designadamente Baltasar Lopes, que terá um busto também no Mindelo, Manuel Lopes, António Aurélio Gonçalves, Teixeira de Sousa, Gabriel Mariano, Jorge Barbosa e Lopes Vasconcelos.

O governante fez saber, igualmente, que darão continuidade à entrega dos bustos em homenagens às figuras históricas cabo-verdianas nos espaços públicos, prevendo-se um total de cinco bustos para 2024.

“Este ano demos prioridades às mulheres, entregamos Maria Barba, na Boa Vista, entregaremos agora Nha Nacia Gomi, Bibinha Cabral entregaremos, Pantera já está financiado. No próximo ano é nossa intenção que Bana tenha um busto, depois Norberto Tavares, e continuar a fazer este investimento”, ressaltou Abraão Vicente.

TC/JMV
Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos