Governo quer atrair investimento americano para Cabo Verde

Cidade da Praia, 26 Set (Inforpress) – O Governo promove de 30 de Setembro a 01 de Outubro em Boston, EUA, o Fórum de Investimento de Cabo Verde (Cabo Verde Investment Fórum – CVIF) para atrair investimento americano e o contributo da diáspora para o desenvolvimento do país.

A ideia foi hoje avançada pelo vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, durante uma conferência de imprensa, sobre a realização deste evento que, segundo o mesmo, visa promover oportunidades de negócios no arquipélago nas diversas áreas bem como mobilizar recursos financeiros internacionais para a execução dos respectivos programas.

Segundo o governante, o fórum vai permitir promover Cabo Verde nos EUA como um destino de investimento seguro, rentável nos mais diversos domínios da actividade económica e social, mas também passar informações à diáspora cabo-verdiana residente naquele país e convidá-la para investir cada vez mais no país.

“Temos que inovar, introduzir novos elementos do ponto de vista da participação da diáspora no processo de desenvolvimento de Cabo Verde, e essa inovação tem a ver com a capitação das competências da nossa diáspora nos mais diversos domínios como saúde, gestão, transportes, construção civil e financeiro”, considerou.

Olavo Correia adiantou ainda que a ideia é atrair investimento privado dos Estados Unidos da América (EUA) para o arquipélago nos mais diversos domínios da actividade económica, chamar a diáspora para continuar a investir e fazer mais com investimentos produtivos, concretos com transferência de tecnologia, conhecimento de rede e colocar todo esse manancial de activos ao serviço do desenvolvimento de Cabo Verde.

O fórum criado pelo Governo, segundo o ministro, vai ajudar a criar condições para a materialização do plano estratégico de desenvolvimento sustentável e fazer de Cabo Vede uma plataforma a nível do turismo, transportes aéreos, transportes marítimos, tecnologias, do sistema financeiro, comercial industrial e com um forte suporte do investimento.

Para isso, assegurou que o Governo vai apostar numa estratégica diplomática muito forte.

Na ocasião, Olavo Correia mostrou-se confiante de que Cabo Verde poderá competir a escala global e tem tudo para ser um país desenvolvido nos próximos anos.

O Fórum de Investimento de Cabo Verde tem por objectivo facilitar contactos entre os promotores, mediação de financiamento do sector privado e promoção de parcerias e conta com a participação de 250 entidades e pessoas ligadas a empresas públicas e privadas instituições, parceiros e autoridades dos EUA.

Em relação ao estatuto de investidor emigrante, disse estar convicto de que a lei seja aprovada ainda este ano, realçando que a mesma irá trazer incentivos fiscais e parafiscais, mas também um quadro de segurança jurídica, ao nível da mobilidade em termos de capital para que o país possa ter cada vez mais investimentos da diáspora.

No Fórum de Investimento Cabo Verde 2019, realizado em Junho deste ano na ilha do Sal, o Governo mobilizou 1500 milhões de euros para investimentos no país.

AV/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos