Governo anuncia entrada de mais de 500 novos profissionais para o sistema de saúde em 2024

Cidade da Praia, 10 Nov (Inforpress) – A ministra da Saúde, Filomena Gonçalves, anunciou hoje, no parlamento, a entrada de mais de 500 novos profissionais para o sistema de saúde no ano 2024, incluindo 67 médicos.

A governante, que respondia aos questionamentos dos deputados do PAICV (oposição), reiterou que um dos maiores desafios do sector são os recursos humanos, que com a pandemia da covid-19 aumentou a nível global e Cabo Verde não foge à regra.

Entretanto, ressaltou, ao longo do ano em curso várias situações já foram regularizadas, destacando a entrada de 34 novos médicos ao sistema de saúde e tramitação de vários processos para concurso de entrada de novos médicos e enfermeiros.

“No orçamento do Estado consta uma verba que irá permitir a entrada de mais de 500 novos profissionais para o sistema de saúde. Além disso, também o novo orçamento vai nos permitir regularizar 278 situações e estaremos também com concurso para entrada de 67 novos médicos”, afirmou a ministra, indicando que o concurso a decorrer referente ao orçamento deste ano é para entrada de 30 médicos e 75 enfermeiros, 100 técnicos, 29 assistentes técnicos e 24 apoio operacional.

Ainda para melhorar “cada vez mais” o quadro, o Governo, segundo Filomena Gonçalves, tem previsões de verbas com incentivos nomeadamente para formação permanente, considerando a necessidade que o sistema tem a nível de especialidades.

A ministra comunicou ainda que está em curso o sistema de informatização de saúde, um processo que, conforme referiu, “é muito importante para garantir a sustentabilidade”.

Filomena Gonçalves informou ainda que no próximo ano o Governo vai lançar e executar um projecto, juntamente com parceiros, que tem que ver com o conceito de qualidade na saúde.

“Com isso estaremos também a fazer o levantamento dos desafios que ainda temos, estaremos a planificar estes desafios e estaremos a ter programas concretos para podermos ter um desenvolvimento integrado”, sustentou.

Por outro lado, adiantou que as situações de férias pendentes aos profissionais de Santiago Norte já estão sendo regularizadas com a entrada de novos enfermeiros no processo de concurso em curso este ano, assim como no processo do próximo ano.

“Estamos a dar resposta, e neste momento finalizamos o plano estratégico de recursos humanos com a parceria com a OMS, que permitiu-nos ter um quadro real até 2026 e a previsão constante da proposta do orçamento é precisamente para dar resposta às necessidades (…) e acreditamos que para 2026 estaremos a cumprir em termos de recursos humanos para que haja um pleno funcionamento do nosso sistema e saúde”, salientou a governante.

O Governo, segundo Filomena Gonçalves, vai recorrer aos médicos reformados para dar consultas especializadas nas ilhas. A este propósito, informou que que o plano estará sendo colocado em prática “brevemente” e todos os médicos reformados estão disponíveis para apoiar Cabo Verde neste sentido.

Revelou ainda que o Governo está na fase final de obtenção de financiamento para a aquisição de quatro dezenas de viaturas novas, a fim de proporcionar respostas a nível nacional às localidades dispersas, permitindo que os profissionais de saúde possam acompanhar a população.

TC/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos