Governo anuncia articulação entre o Ensino Básico e o Ensino Profissionalizante a partir de 2020

Cidade da Praia,09 Mai (Inforpress) – A ministra da Educação Família e Inclusão Social, Martiza Rosabal, anunciou que a partir de 2020 haverá uma articulação entre o Ensino Básico e o Ensino Profissionalizante de forma a valorizar os recursos humanos no país.

Maritza Rosabal, que discursava no II Simpósio Nacional da Família e Inclusão Social, explicou que esta iniciativa tem como objectivo valorizar os recursos humanos acabando com o fosso de quatro anos que existia entre o Ensino Básico e o Ensino Profissionalizante.

“Havia um fosso de quatro anos. O Ensino Básico ficava no 6º ano e o Ensino Profissionalizante começava a partir do 11º ano. Era um imenso precipício porque ali se perdia grande parte dos recursos humanos que poderíamos preparar e agora o Ensino Primário chega até o 8º ano e o Ensino Profissional vai começar no 9º ano de escolaridade. Fecha-se o fosso e valoriza-se esses recursos humanos”, anunciou a ministra.

Segundo a governante outra boa-nova que será implementada até 2020 é a eliminação do pagamento de propinas para os alunos do 11º e 12º anos que vai beneficiar perto de 115 mil adolescentes.

“Apesar de ser um esforço orçamental, é o cumprimento com o nosso dever de governação. Estamos a garantir os direitos e a eliminar o rendimento como o factor de descriminação de acesso e permanência”, acrescentou Maritza Rosabal, anunciando que já no ano lectivo 2019 a isenção de propinas será alargado para o 9º e 10º ano.

CD/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos