Futebol/Santiago Sul: IDJ colocou Estádio Nacional à disposição ARFSS para a realização do campeonato – presidente

Cidade da Praia, 09 Nov (Inforpress) – O presidente do Conselho Directivo do Instituto do Desporto e da Juventude (IDJ) garantiu hoje que  a instituição colocou o Estádio Nacional à disposição da Associação Regional de Futebol Santiago Sul (ARFSS) para a realização do campeonato.

Esta quarta-feira, o presidente da ARFSS, Mário Avelino, decidiu suspender o campeonato regional enquanto não forem reunidas as “condições mínimas” no Estádio da Várzea para receber jogos de futebol.
Em conferência de imprensa, para esclarecer o ponto de vista do Governo sobre a ‘’interdição do Estádio da Várzea’’, José Eduardo dos Santos disse que “estranhou “esta posição da ARFSS pelo facto de ter disponibilizado o Estádio Nacional.

“O IDJ, tomando conhecimento da falta e condições na infra-estrutura, propriedade da Câmara Municipal da Praia, interveio convocando todos os envolvidos, para, em conjunto, criar as condições alternativas para a realização dos jogos sem que colocasse em risco a vida das pessoas”, contou José Eduardo dos Santos, informando que neste encontro foi disponibilizado o Estádio Nacional.

“O Estádio Nacional neste momento constitui a única solução de garantia para a qualidade de competição e segurança de todos os envolvidos no espetáculo”, disse   o responsável, frisando que as associações teriam acesso aos balneários, boas condições para a imprensa e bancadas para os público assistir aos jogos “confortavelmente”.

José Eduardo dos Santos esclareceu que colocando o Estádio Nacional à disposição da associação o IDJ estaria a suportar todos os custos inerentes à realização dos jogos e não os custos dos clubes.

“Assumir o custo dos clubes não seria uma medida equilibrada para Cabo Verde”, notou o presidente do IDJ, exemplificando com a região desportiva de Santiago Norte onde clubes se deslocam de um concelho ao outro.

“O Estádio Nacional está na cidade da Praia, não está em outro lugar (…), portanto, o campeonato regional de Santiago Sul tem os seus parceiros, que têm obrigações concretas”, esclareceu.

Por isso, José Eduardo dos Santos considerou que suspender o campeonato é uma responsabilidade que recai exclusivamente sobre a associação e os clubes e reiterou que a responsabilidade de todos os campeonatos regionais do país é, e sempre foi, das respectivas associações e câmaras municipais.

Em relação à situação do Estádio da Várzea, que se encontra em situação de colapso iminente, esclareceu que a solução tem que partir da Câmara Municipal da Praia, que é a proprietária desta infraestrutura desportiva.

Na semana passada, o ministro do Desporto disse à Inforpress que o Governo, em conjunto com o Laboratório de Engenharia Civil (LEC), está a analisar se as infra-estruturas do Estádio da Várzea reúnem condições para receber jogos de futebol.

Há duas temporadas, o mítico Estádio da Várzea não recebe competições da FCF, após interdição pelo LEC e, paradoxalmente, tem recebido, com público, todas as provas realizadas pela associação regional.

O campeonato arrancou no dia 02 Novembro, no Estádio da Várzea e com direito ao público, nos seis jogos realizados.

OM/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos