Futebol/Santiago Sul: Donnay reconhece ser “urgente” uma solução para a situação do Estádio da Várzea

Cidade da Praia, 08 Nov (Inforpress) – O presidente da Associação Regional de Futebol de Santiago Sul (ARFSS), Mário “Donnay” Avelino, reconheceu esta terça-feira, 07, que é urgente que se encontre uma solução para a situação do Estádio da Várzea.

Mário “Donnay” Avelino fez esta assunção no final de uma reunião extraordinária com os clubes para abordar a questão da interdição do Estádio da Várzea, cujas infra-estruturas, as bancadas e os balneários, se encontram em avançado estado de degradação.

O responsável contou que esta reunião serviu para receber “inputs” dos clubes sobre a possibilidade da interdição, por parte do Governo, do público no recinto desportivo.

Mário Avelino disse que há a possibilidade de se fazer os jogos do campeonato no Estádio Nacional caso o Instituto do Desporto e da Juventude (IDJ) e a Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) garantirem a logística e os custos de deslocação.

No entanto, avançou que a maioria dos clubes demonstrou, caso contrário, a disponibilidade de jogarem sem público no Estádio da Várzea.

O presidente associativo apontou, no entanto, que a melhor solução para o Estádio da Várzea seria, ” tal como aconteceu no Estádio Adérito Sena, em São Vicente”, uma intervenção com uma parceria tripartida entre a câmara municipal, a FCF e o Governo.

Na semana passada, o ministro do Desporto disse à Inforpress que o Governo, em conjunto com o Laboratório de Engenharia Civil (LEC), está a analisar se as infra-estruturas do Estádio da Várzea reúnem condições para receber jogos de futebol.

Carlos Monteiro avançou que o Governo pretende ter um posicionamento das instituições competentes na matéria para que possa tomar uma decisão, que passa, segundo ele, por permissão ou interdição da prática desportiva com a presença do público no Estádio da Várzea.

Os treinadores das principais equipas de Santiago Sul manifestaram-se recentemente à Inforpress “indignados e preocupados” com a “situação degradada” das bancadas e dos balneários do Estádio da Várzea, quando se avizinhava o início de mais uma época futebolística.

Há duas temporadas, o mítico Estádio da Várzea não recebe competições da FCF, após interdição pelo LEC e, paradoxalmente, tem recebido, com público, todas as provas realizadas pela associação regional.

O campeonato arrancou no dia 02 Novembro, no Estádio da Várzea e com direito ao público, nos seis jogos realizados.

OM/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos