Futebol/Maio: Vila da Calheta ganha campo relvado uma reivindicação antiga da população local

Porto Inglês, 05 Nov (Inforpress) – A Câmara Municipal do Maio inaugurou hoje o campo relvado na vila da Calheta, para alegria da população que há vários anos aguardava por aquela infra-estrutura.

O acto da inauguração contou com a presença do ministro do Desporto, Carlos Monteiro, que, no momento, enalteceu a atitude da câmara do Maio que nestes últimos anos já construi dois campos relvados, para além de ter substituído o relvado do estádio municipal.

Para aquele governante, a entrega daquela infraestrutura desportiva vai permitir a promoção e desenvolvimento do desporto na zona centro/norte da ilha, augurando que nos próximos anos a ilha colhe frutos de todos estes investimentos, principalmente na camada jovem.

Anunciou ainda que o Governo, em parceria com a Câmara Municipal do Maio está a finalizar o projecto da construção do pavilhão desportivo da ilha, empreitada que deve contar com a colaboração do basquetebolista internacional cabo-verdiano Edy Walter Tavares.

Frisou que almejam dotar a ilha de um espaço que venha servir para realização de grandes eventos desportivos a nível nacional e até internacional, ou também realização de estágios das equipas, uma vez que estão previstos investimentos turísticos de relevância para dinamizar a ilha.

Porém, Carlos Monteiro não deixou uma garantia quanto ao arranque das obras, mas indicou que tudo será feito para que a mesma infraestrutura venha ser uma realidade até o final da presente legislatura.

Por seu lado, o presidente da Câmara Municipal do Maio, Miguel Rosa, enfatizou o impacto que o campo relvado vai ter na promoção do desporto na zona centro/norte, destacando que aquela infra-estrutura vai contribuir para que haja “mais coesão social e competitividade” entre as diferentes localidades.

Miguel Rosa, que se mostrou ansioso pela construção do pavilhão desportivo da ilha, enalteceu a parceria existente com o poder central na concretização destes objectivos.

Sobre a construção do pavilhão desportivo, o autarca indicou que este projecto está orçado em cerca de 150 mil contos, e que pretende contar com a colaboração de Edy Tavares para a sua concretização.

Miguel Rosa mostrou-se convicto de que com a conclusão do pavilhão a ilha vai poder ser palco de alguns eventos nacionais e até internacionais, tendo em conta a figura de Edy Tavares, um dos parceiros do projecto.

WN/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos