Fogo: Santa Catarina em vias de estabelecer acordo de geminação com município de Neufchâteau (França)

São Filipe, 11 Jun (Inforpress) – O município de Santa Catarina do Fogo poderá estabelecer um acordo de geminação e cooperação descentralizada com o município de Neufchâteau (França) disse a Inforpress o presidente da autarquia, Alberto Nunes.

A comuna de Neufchâteau é geminada com o município português de Miranda do Corvo, que é também geminado, desde 2009, com Santa Catarina do Fogo, e o primeiro contacto entre os presidentes de Neufchâteau e de Santa Catarina ocorreu no início de Junho, em Portugal, por ocasião das festividades do dia do município de Miranda do Corvo.

Alberto Nunes disse à Inforpress que a negociação entre as duas partes para uma futura geminação já se iniciaram com um primeiro encontro entre os dois autarcas, estando programado uma visita do presidente da comuna de Neufchâteau a Santa Catarina e vice-versa.

Esses encontros visam a elaboração de um documento de geminação baseado naquilo que são as necessidades de cada um e que retrata a forma como podem servir de parceiro de desenvolvimento de cada uma das regiões.

Com relação a Miranda do Corvo, Alberto Nunes disse que a visita foi “especial” porque coincidiu com a comemoração dos 10 anos da celebração do acordo de geminação e cooperação entre os dois municípios (01 de Junho de 2009), razão porque participaram na comemoração os autarcas que, à data, celebraram o acordo.

Segundo o mesmo, os actuais presidentes de Miranda do Corvo e de Santa Catarina entendem que a geminação “é importante” e por isso deram continuidade à mesma, já que o acordo tem tido “efeitos práticos”.

Aquando da celebração do acordo de geminação e cooperação foi também assinado uma adenda com complexo educativo de Miranda do Corvo, que não chegou a ser implementado nos moldes em que foi delineado.

Por isso, nesta visita, em que a delegação integrou o director do complexo educativo Eduardo Miranda da Escola Secundária de Santa Catarina, foi assinado uma outra adenda, mudando o conteúdo, passando assim o acordo a ser municipal e abrange todas as escolas do município de Santa Catarina, básico e secundário.

“Vamos dar dinâmica aos sectores da educação e da protecção civil porque tem uma estrutura de bombeiros de alto nível”, declarou Alberto Nunes, lembrando que no passado tinha formado quatro bombeiros do seu município.

“Vamos enviar alguns bombeiros para reforçar a formação feita em Santa Catarina e  trazer alguns equipamentos para reforçar o serviço de bombeiro municipal”, reforçou o autarca, indicando que o seu município é de “risco elevado” e por isso quer dotá-lo de bombeiros com competências em formação e equipamentos para que, em casos de catástrofes, estejam preparados para dar as respostas necessárias.

No que se refere à educação, adiantou que no próximo mês de Novembro o presidente do Pólo Educativo de Miranda do Corvo estará de visita ao município para troca de experiências, devendo, posteriormente, alguns alunos de Santa Catarina deslocarem-se àquele município português para intercâmbios e conhecer a realidade das escolas de Miranda de Corvo.

“Está bem organizada e com várias vertentes e esperamos com essas experiências se possa transformar Santa Catarina numa referência educacional a nível da ilha e do país”, concretizou.

JR/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos