Fogo: Onze empresas locais convidadas a apresentar propostas para demolição do estádio 5 de Julho

São Filipe, 27 Set (Inforpress) – Onze empresas locais e pequenos empreiteiros foram convidadas pela Câmara Municipal de São Filipe a apresentar as propostas para as obras de demolição do estádio 5 de Julho.

O presidente da câmara, Nuías Silva, disse que como forma de dinamizar a economia local, para a fase de demolição foram convidadas apenas as empresas locais, através de um concurso restrito previsto na lei.

Na manhã de hoje, a autarquia, através do seu gabinete técnico, promoveu a visita técnica ao local da obra para explicar às empresas concorrentes o que se pretende neste momento.

As obras de transformação do estádio 5 de Julho, segundo Nuías Silva, estão desenhadas em três lotes, sendo o primeiro que consiste na substituição da relva, fornecimento de balizas, bancos de suplentes e de quarto árbitro e, possivelmente, o sistema de drenagem das águas, em curso, é da responsabilidade da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) com financiamento da FIFA no valor de pouco mais de 40 mil contos.

O segundo lote, que deverá iniciar em Outubro próximo, consiste na demolição de parte dos muros do estádio, através de empresas locais e que vai ser assegurada pela câmara municipal, e o terceiro será a edificação para o qual será lançado um concurso nacional por ser uma obra de maior dimensão.

Contando com a parte financeira suportada pela FIFA, segundo Nuías Silva, trata-se de um investimento que ronda os 160 mil contos, sendo que para a parte de transformação física do espaço a autarquia prevê um valor de 120 mil contos.

A câmara já mobilizou pouco mais de 50 por cento (%) desse montante, 70 mil contos, faltando a parte restante que espera conseguir junto do Governo.

O projecto de transformação e remodelação do estádio 5 de Julho deverá ser executado num período de um ano e se as obras se iniciarem em Novembro/Dezembro deste ano, a câmara pretende restituir o espaço até final de Dezembro de 2022.

Para tal, a edilidade está a trabalhar com Associação Regional de Futebol do Fogo na criação das condições mínimas no campo de São Lourenço para a realização de jogos de campeonatos regionais que vão decorrer neste campo e nos estádios municipais Monte Pelado (Santa Catarina) e Francisco José Rodrigues (Mosteiros).

JR/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos