Fogo: Descendente cabo-verdiano nos EUA angaria fundos para comprar espaço para escola de música Bokarrom

São Filipe, 24 Set (Inforpress) – O descendente cabo-verdiano Corey SantOne, nascido nos EUA, está a desencadear uma campanha para angariar fundos para aquisição de um espaço para construção da sede da escola de música Bokarrom, em São Filipe.

A iniciativa denominada “Projecto de Fogo – acesso, suporte e oportunidade, ajude a construir um espaço para música em Cabo Verde” visa a mobilização de pelo menos 20 mil dólares, perto de dois mil contos cabo-verdianos, para aquisição de um espaço (um pardieiro) que numa fase posterior vai ser transformado para acolher a escola de música, visando a descoberta de nova geração de artistas da ilha.

O promotor da campanha, artista de “hop do hip” há mais de 25 anos e que trabalhou com a juventude, pretende, juntamente com um amigo, que é professor de música nos Estados Unidos, mobilizar na comunidade cabo-verdiana e não só e residentes no estado de Massachusetts, instrumentos, equipamentos e dinheiro para construir um centro da instrução da música na ilha, sendo que o seu sonho é dar acesso aos jovens e as ferramentas que lhes permitirão criar arte.

A escola será equipada com os instrumentos e equipamentos de modo que os jovens possam criar, gravar e compartilhar a arte uns com os outros, e a ideia, segundo o projecto, é ajudar a cultura do Fogo, que é “rica em expressão musical”.

Em 2017, Corey SantOne visitou Cabo Verde e a ilha do Fogo, no quadro da parceria com o Conselho Cultural de Massachusetts e constitui uma possibilidade para estudar o passado e conectar-se com as suas raízes, para compreender o passado, o presente e o futuro, salientando que o tempo que passou na ilha do Fogo permitiu aprender mais sobre a história de Cabo Verde.

A pobreza das pessoas despertou-lhe atenção e no seu regresso a Boston queria fazer algo para ajudar a produzir a diferença.

O responsável e fundador da escola musical Bokarrom, Nenelo de Pina, considerou que o montante que se pretende mobilizar nesta campanha é suficiente para aquisição do pardieiro situado no bairro de Cobom, indicando que após a sua aquisição o mesmo será demolido e elaborado um novo projecto para depois passar para a fase de mobilização de recursos para a sua edificação.

A escola de música Bokarrom, criada na cidade de São Filipe, foi oficializada em 2017, com o seu registo junto das Finanças e Cartório, passando a dispor de Numero de Identificação Fiscal (NIF), mas também de NIB e IBAN, e dispondo de conta bancária número 87311156 junto do Banco Comercial de Atlântico (BCA) para onde os possíveis apoios a nível nacional podem ser canalizados.

O objectivo da criação da escola é despertar o gosto pela música nas crianças e jovens, assim como promover o aparecimento de grandes instrumentistas na ilha e ocupar os jovens nos seus tempos de lazeres.

O espaço onde funciona neste momento tem capacidade para receber entre 30 a 40 pessoas, mas no quadro do protocolo celebrado com o Banco da Cultura (BA-Cultura) do Ministério da Cultura e Industrias Criativas (MICC) conta com mais de 50 crianças e adolescentes a frequentar aulas de violão, cavaquinho, teclado e voz.

JR/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos