EUA apelam a aumento “considerável e imediato” de ajuda humanitária em Gaza

Washington, 30 Out (Inforpress) – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, apelou hoje a Israel que cumpra o direito internacional e permita um aumento “considerável e imediato” de ajuda humanitária em Gaza.

Em comunicado, a presidência norte-americana revelou que Joe Biden conversou hoje por telefone com o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, alertando para “a necessidade de um reforço considerável e imediato de assistência humanitária para responder aos apelos dos civis em Gaza”.

Biden disse que Israel tem “todo o direito” a defender os seus cidadãos do terrorismo, mas deve acautelar o cumprimento do direito internacional, de proteção dos civis da Faixa de Gaza.

O presidente norte-americano esteve no passado dia 18 em Telavive para se encontrar com Netanyahu, tendo este dito que Israel fará tudo o que lhe for possível para evitar mais vítimas civis na guerra que trava atualmente com o grupo islamita Hamas.

O grupo islamita palestiniano Hamas atacou Israel no dia 07 de outubro, provocando a morte de mais de 1.400 pessoas, na maioria civis, segundo as autoridades. Mais de 200 pessoas foram sequestradas e permanecem nas mãos do grupo islamita desde então.

Após o ataque, Israel respondeu com bombardeamentos e incursões terrestres na Faixa de Gaza, que é controlada pelo Hamas.

Desde o início da guerra, mais de 8.000 pessoas morreram em Gaza, devido aos bombardeamentos que Israel realizou desde há três semanas, segundo o Ministério da Saúde do grupo islamita palestiniano Hamas.

Inforpress/Lusa

Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos