ENTREVISTA: “Santa Catarina comemora hoje 189 anos no auge do desenvolvimento” – presidente da câmara (c/áudio)

*** Por Feliciano Monteiro, da Agência Inforpress ***

Assomada, 25 Nov (Inforpress) – A presidente da Câmara Municipal de Santa Catarina, Jassira Monteiro, afirmou em entrevista exclusiva à Inforpress que este município do interior de Santiago, comemora hoje 189 anos da sua criação no auge do desenvolvimento.

“Santa Catarina está no auge [do desenvolvimento], e, podemos ver pela dinâmica que nos últimos tempos temos estado a desenvolver. Não vamos parar por aqui, vai aumentar a partir do final deste ano com as obras e com a dinâmica social que nunca parou no fundo”, declarou.

“Estamos bem e firmes. Santa Catarina, neste momento, está no auge não só pelo aniversário do município, mas, também porque desde o início do mês temos vindo com uma série de actividades culturais, desportivas, de encontros com a população e inaugurações”, reforçou.

Sobre actividades, a única mulher presidente de câmara no país assegurou que “esta onda não vai parar”, indicando que no mês de Dezembro vão ser realizadas várias actividades dedicadas às crianças e idosos, no âmbito do Natal.

Jassira Monteiro anunciou o arranque de um conjunto de obras para final deste ano e início de 2024, nomeadamente requalificação da entrada da cidade de Assomada, em Cruz de Picos, da orla marítima de Rincão, da placa desportiva de Cruz Grande e Achada Galelo, reabilitação do polidesportivo de Nhagar, e do Centro Interpretativo da Revolta dos Engenhos.

E ainda estradas asfaltadas de Saltos/Arribada/Pingo Chuva, e de Volta do Monte/Ribeira da Barca, reconstrução da orla marítima de Ribeira da Barca e requalificação urbana e ambiental de Rincão, que segundo assegurou, já estão inscritas no Orçamento de Estado para 2024, e vão ser financiadas pelo Banco Mundial (BM).

Aliás, Jassira Monteiro informou que a equipa do BM já está no terreno a fazer estudo de impacto socio-ambiental das referidas obras.

Relativamente à estrada de Ribeirão Manuel, que assim como as demais obras deveria arrancar em 2023, comprometeu-se em buscar financiamentos para a sua construção no decurso do ano de 2024.

A par das infra-estruturas, a autarca assegurou que em 2024, a câmara que dirige vai continuar a apostar numa forte agenda cultural e desportiva, e com uma forte componente social, que que passa pela construção e reabilitação das casas, construção de casas das famílias, apoio médico e medicamentosa às famílias, sobretudo as mais carenciadas.

Por tudo isso, Jassira Monteiro que é candidata à sua própria sucessão nas eleições autárquicas de 2024, pediu confiança aos santa-catarinenses na equipa camarária que liderada, e nesse município, que considerou “belo” e que “tem visto o desenvolvimento todos os dias e cada vez mais”.

“A mensagem é de confiança e que esta equipa [camarária] está a trabalhar para o bem e para o desenvolvimento de Santa Catarina, e em prol de Santa Catarina”, disse, acrescentando que a equipa que lidera está engajada e tem, sobretudo, as pessoas acima de tudo.

O município de Santa Catarina, no interior da ilha de Santiago, o terceiro maior concelho de Cabo Verde, composto por 56 localidades, criado em 1834, comemora hoje os 189 anos da sua criação.

Com uma superfície de 243 quilómetros quadrados, é considerado um concelho rural, onde 86 por cento (%) da população vive em áreas rurais e essencialmente da agricultura de sequeiro, da criação de gado, da avicultura, da pesca e do comércio retalhista.

Ao longo da sua história, o concelho foi marcado pelas revoltas dos Engenhos de 1822, Fonteana em 1835, Ribeirão Manuel em 1910 e várias petições dirigidas ao Ministério do Ultramar por cidadãos de Santa Catarina nos anos de 1946, 1962 e 1970, para além da adesão de jovens e estudantes pela causa da independência de 1975 e pela democracia em 1991, que culminou com as primeiras eleições.

Para assinalar as festividades da santa padroeira desse município do interior de Santiago, foi programado um leque de actividades culturais, desportivas que arrancaram desde início de Novembro, e ainda inaugurações.

As festividades, que este ano se comemoram sob o lema “Nu sta djunto pa Santa Catarina” (Estamos juntos por Santa Catarina, em português), terão o seu ponto alto hoje, com uma procissão e missa em honra da santa padroeira, na Igreja Matriz com o mesmo nome, em Cabeça Carreira.

FM/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos