Embaixador da Guiné-Bissau em Cabo Verde espera resolução pacífica na formação do Governo

Cidade da Praia, 27 Mai (Inforpress) – O embaixador da Guiné-bissau em Cabo Verde, M´bála Fernandes, disse hoje esperar uma resolução pacífica na formação do novo Governo para o país.

M´bála Fernandes fez esta consideração à Inforpress, à margem da homenagem ao músico José Carlos Schwarz, promovida pela Embaixada da República da Guiné-Bissau em Cabo Verde, em parceria com o Ministério da Cultura, acto que aconteceu no Palácio da Cultura Ildo Lobo.

Conforme explicou, todos os guineenses, cabo-verdianos, amigos da Guiné-Bissau e o mundo lusófono em geral estão perplexos com o rumo que as coisas têm caminhado, sublinhando, porém, estar optimista para que seja encontrada uma solução rápida da crise que está instalada dentro do país.

Embora acredite que os autores políticos possam muito rapidamente ultrapassar a situação, o diplomata avançou ser importante a resolução pacífica, viável e efectiva desse problema.

De acordo com uma notícia avançada pela Lusa, os partidos da maioria parlamentar da Guiné-Bissau avisaram que a marcha realizada no último fim-de-semana é a última exigência pacífica para a nomeação do primeiro-ministro e formação do Governo, depois das legislativas de 10 de Março.

Na ocasião, Domingos Simões Pereira disse ser o último ensaio, a última chamada de atenção, “última exigência pacífica que fazemos não só ao povo guineense, mas também à comunidade internacional”.

Numa mensagem à comunidade internacional, o presidente do PAIGC sublinhou que quem estiver interessado em ajudar tem de saber que “só há um caminho que é aquele que é feito através da lei, da Constituição, da ordem, da disciplina e do desenvolvimento.

HR/JMV

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos