Covid-19/São Vicente: Autoridades mandam fechar oficinas e obras ainda a funcionar mesmo com estado de emergência

Mindelo, 02 Abr (Inforpress) – As autoridades, em São Vicente, mandaram hoje “fechar imediatamente” algumas obras e oficinas que ainda continuavam a funcionar, apesar da declaração do estado de emergência, conforme informações avançadas pelo delegado de Saúde de São Vicente.

Segundo Elísio Silva, adiantou à Inforpress, a operação conjunta contou com agentes da própria delegacia de Saúde, da Inspecção Geral das Actividades Económicas (IGAE), da Inspecção-geral do Trabalho e da Polícia Nacional.

A equipa percorreu, conforme a mesma fonte, algumas zonas, entre as quais, Chã de Alecrim, Pedra Rolada, Ribeirinha e Fonte Inês, vasculhando estas tais obras de construção e oficinas “prevaricadoras”.

“Foi mandato fechar de imediato, já que não podem estar abertas depois das medidas já tomadas de contingência ao covid-19”, asseverou Elísio Silva, instando as pessoas a cumprirem o estado de emergência, declarado desde 29 de Março devido à pandemia, e a população a estar atenta para denunciar.

Quanto ao caso suspeito em São Vicente, apontado desde terça-feira, o delegado de Saúde assegurou que as amostras seguem ainda hoje para o laboratório na cidade da Praia, numa embarcação que sai por volta das 19:00.

Elísio Silva fez ainda a actualização da situação da ilha nesta quinta-feira, em que, explicou, há 12 pessoas em quarentena, sendo 10 da cidade da Praia e dois cabo-verdianos que vieram de Portugal.

Cabo Verde registou até o momento seis casos positivos do novo coronavírus, sendo quatro na ilha da Boa Vista e dois na cidade da Praia.

Entre os quatro casos positivos na ilha da Boa Vista, um resultou em óbito, um cidadão inglês de 62 anos.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infectou perto de 866 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 43 mil.

Depois de surgir na China, em Dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O número de mortes em África subiu para 196, num universo de mais de 5.700 casos confirmados em 49 países, de acordo com as estatísticas sobre a doença no continente.

LN/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos