Covid-19/Santa Catarina: Linha verde de apoio social reforça capacidade de atendimento

Assomada, 26 Abr (Inforpress) – A linha verde de apoio social (800 10 26), criada pela Câmara Municipal de Santa Catarina, por causa do novo coronavírus (covid-19) viu sexta-feira, 24, reforçada a sua capacidade de atendimento.

Segundo informações avançadas pela autarquia no seu sítio na Internet, em caso de ocupação da linha, a chamadas passam a ser encaminhadas para o PBX da câmara municipal, aumentando assim a capacidade de resposta.

De acordo com a mesma fonte, até o momento, foram efectuadas 200 chamadas, razão pela qual se optou pelo reforço da capacidade de atendimento, no período entre as 08:00 e as 16:00.

“Logo no início desta crise, resultante da pandemia, a Câmara Municipal decidiu criar a Linha Verde (a custo zero para os utentes), de modo a que os serviços fiquem mais próximos dos munícipes, permitindo tornar mais eficaz a capacidade de resposta, principalmente numa altura em que a população se encontra em confinamento obrigatório nas suas residências”, lembrou o município.

Por outro lado, a autarquia liderada por José Alves Fernandes faz saber que uma outra linha (800 10 24), funcionando 24 horas por dia, está direccionada para os Bombeiros e Protecção Civil, para acudir a casos de emergência e fornecer informações úteis aos munícipes.

Em Santiago Norte, todas as autarquias têm em curso a segunda fase de distribuição de cestas básicas às famílias carenciadas, e continuam a receber bens de primeira necessidade de empresários e pessoas singulares, sobretudo emigrantes.

Também na região, com registo de dois casos positivos no Tarrafal, todos os serviços das câmaras municipais continuam encerrados, estando a funcionar somente os serviços “essenciais”, mormente Protecção Civil, Delegacia de Saúde e mercados municipais, mas com número reduzido de vendedeiras.

Todos os seis municípios que compõem a região – Santa Catarina, São Salvador do Mundo, São Lourenço dos Órgãos, Santa Cruz, São Miguel e Tarrafal – têm em marcha as medidas de prevenção e sensibilização, no âmbito do plano de contingência nacional e controlo da covid-19.

Cabo Verde passa a contar agora com 106 pessoas infectadas com o novo coronavírus, sendo 53 na ilha de Santiago (dos quais 50 no concelho da Praia, dois no concelho do Tarrafal, um em São Domingos), 52 na Boa Vista e um em São Vicente.

Do total dos 106 casos confirmados, constam um óbito, um cidadão inglês de 62 anos, que se encontrava de férias na ilha da Boa Vista, e um doente recuperado.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 200 mil mortos e infectou mais de 2,9 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Perto de 800 mil doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detectado no final de Dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.
FM/JMV

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos