Covid-19: Procultura adapta actividades para contribuir para a mitigação dos impactos da pandemia

Cidade da Praia, 07 Abr (Inforpress) – O projecto Procultura, iniciativa destinada à promoção do emprego e rendimento no sector cultural nos PALOP e Timor-Leste, anunciou hoje que adaptou suas actividades para também contribuir para a mitigação dos impactos económicos e sociais da pandemia.

Em comunicado, a organização informou a extensão do prazo de candidaturas até 30 de Abril do “Diversidade”, instrumento de subvenções para pequenos projectos que contribuam para o emprego e diversidade cultural, aberto aos sectores público e privado, em Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Os operadores culturais dos PALOP e Timor-Leste podem, conforme a informação, conceber ou rever agora as suas propostas à luz das consequências económicas e sociais, dificuldades ou eventuais oportunidades criadas pelas medidas de emergência de saúde pública nas suas áreas de actividade.

De acordo com o mesmo comunicado, até 01 de Julho, continuam abertas as candidaturas para atribuição de bolsas internacionais de licenciatura e mestrado para o próximo ano letivo, nas áreas da música e artes cénicas.

A ProPALOP fez saber entretanto que, se as medidas de emergência de saúde pública que limitam a circulação internacional não forem levantadas a tempo do início do ano lectivo, as candidaturas serão automaticamente consideradas para o próximo ano.

De acordo com a mesma fonte,  continuam, abertas as inscrições para os cursos intensivos sobre Empreendedorismo Cultural e Fontes de Financiamento em São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, para profissionais da economia criativa e cultural.

O curso poderá realizar-se online ou, caso sejam levantadas as medidas globais de limitação da circulação de pessoas, os cursos serão retomados presencialmente nos países. Candidaturas podem ser enviadas para a equipa do projecto em São Tomé e Príncipe Timor-Leste.

A organização comunicou também a abertura das inscrições para o curso de Pedagogia e Didática da Literatura Infantojuvenil em Moçambique, para educadores, professores e profissionais das escolas de formação inicial de professores.

Logo que sejam levantadas as medidas globais de limitação da circulação de pessoas, a data do curso em Moçambique será anunciada.

Entre os anuncios constam um concurso para subvenções a projetos internacionais criadores de emprego nas áreas da música, artes cénicas e literatura infantojuvenil dos PALOP e Timor-Leste, a “iniciar brevemente”.

Procultura PALOP-TL é um projeto financiado pela União Europeia, cofinanciado e gerido pelo Camões, I.P. e cofinanciado pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Tem por objectivo principal contribuir para a criação de emprego nos sectores culturais nos PALOP e Timor-Leste através do reforço de competências dos recursos humanos e da atribuição de subvenções para o desenvolvimento destes setores, nos seis países, especialmente nos subsetores da música, das artes cénicas e da literatura infanto-juvenil.

GSF/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos