Covid-19/Praia: Autoridades advertem para “muitos mais casos” se as pessoas não respeitarem o distanciamento

Cidade da Praia, 05 Mai (Inforpress) – O director nacional de Saúde advertiu hoje para o risco de um aumento para “muitos mais” casos de infecção pelo novo coronavírus (covid-19) no concelho da Praia, se as pessoas não respeitarem as medidas de distanciamento.

Artur Correia, que falava na habitual conferência de imprensa sobre a evolução da pandemia, adiantou que são de esperar muitos mais casos na Praia e que à medida que os números de casos aumentam, pode elevar também o número de mortes.

O responsável de saúde acrescentou que para conseguir-se diminuir a propagação do novo coronavírus na capital cabo-verdiana vai depender do que “todos são capazes de fazer”, seja o Ministério da Saúde, a população e os parceiros.

No encontro de hoje com os jornalistas, onde apresentou o comunicado diário sobre a situação da covid-19 em Cabo Verde, o director nacional de saúde anotou a existência de um caso suspeito em São Filipe (Fogo) e 11 casos confirmados na Praia.

Informou ainda que no País existem 252 amostras pendentes, das quais 218 são da Praia e 18 de Boa Vista.

“A grande maioria das amostras pendentes são dos casos aparecidos na Praia e, resultam da intensa actividade da investigação epidemiológicas e dos contactos para se identificar novos casos”, acrescentou.

Artur Correia explicou ainda que até hoje, o País mantinha 145 pessoas em isolamento, das quais 123 na Praia, 19 em Boa Vista, dois no Tarrafal e uma em São Vicente, realçando por outro lado, uma média de 37 casos recuperados ou com alta hospitalar.

Desde o início da epidemia até este momento existem no País 183 casos, dos quais 67 por cento (%) são da Praia, com 124 casos, e 30% na Boa Vista, que neste momento está estável, conforme as autoridades de saúde.

Destes casos testados positivos há a registar 37 recuperados e duas mortes – um cidadão inglês de 62 anos que se encontrava de férias na ilha da Boa Vista, e uma idosa de 92 anos do concelho da Praia.

A covid-19 já matou 251.512 pessoas e infectou mais de 3,5 milhões em todo o mundo desde o início da pandemia.

De acordo com os dados da agência France Presse foram registados 251.512 mortos e mais de 3.595.970 infectados em 195 países.

Em África foram registadas 1.843 mortes e o número de infectados é de 47.118. A norte de África manteve como a região mais afectada pela doença com 1.127 mortos e 17.703 casos registados.

Hoje, o Instituto de Israel para a Investigação Biotecnológica anunciou ter desenvolvido um anticorpo que ataca e neutraliza o novo coronavírus.

PC/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos