Covid-19/Porto Novo: Trabalhadores exortam edilidade para abreviar o pagamento dos salários em atraso

Porto Novo, 09 Abr (Inforpress) – Os trabalhadores das frentes de trabalho no Planalto Norte, no Porto Novo, Santo Antão, pediram hoje à edilidade portonovense para abreviar o pagamento dos seus salários referentes a Março, dadas as dificuldades por que passam, nesta altura.

Os 95 chefes de famílias, que, durante os meses de Fevereiro e Março, trabalharam nas frentes de trabalho a cargo da câmara do Porto Novo, dizem estar a enfrentar “uma situação difícil” devido às restrições impostas pelo estado de emergência, razão pela qual exortam a autarquia a regularizar os seus salários, de que tanto precisam.

O delegado municipal no Planalto Norte, Manuel Lima, informou que esses trabalhadores receberam os salários referentes a Fevereiro e diz ter a indicação de que as condições estão a ser criadas para a regularização, também, dos ordenados relativos ao mês de Março.

As famílias no Planalto Norte estão, também, a ser socorridas com cestas básicas, numa iniciativa da câmara, das confissões religiosas e da Cruz Vermelha, tendo sido abrangidos já 65 agregados familiares.

Porém, tem havido queixas por parte de alguns moradores de que as famílias que, efectivamente, necessitam de ajudas não estão a ser contempladas com cestas básicas.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos