Covid-19/Porto Novo: Paralisação do sector da construção civil constitui “grande preocupação” para autoridades locais 

Porto Novo, 12 Abr (Inforpress) – O impacto da pandemia do novo coronavírus (covid-19) no sector de construção civil no município do Porto Novo, em Santo Antão, é evidente, encontrando-se, nesta altura, todas as obras suspensas, para a “grande preocupação” das autoridades locais.

A construção civil representa, segundo o presidente da câmara, Aníbal Fonseca, um sector com “uma grande dinâmica” no concelho do Porto Novo, que gera “centenas” de empregos, mas, com as restrições impostas pelas autoridade nacionais, para impedir a programação do novo coronavírus em Cabo Verde, as obras tiveram que ser suspensas.

“Estamos a falar de um sector com uma boa dinâmica no Porto Novo. As obras estão paradas e são muitas famílias que não têm rendimentos. É uma grande preocupação”, sublinhou o autarca, confirmando a paralisação desta actividade, da qual depende o sustento de uma considerável franja da população.

O sector de construção civil tem estado a contribuir com a criação de perto de 300 empregos no município do Porto Novo, graças a “dezenas” de obras a cargo dos emigrantes, mas, também, realizadas no quadro dos programas de melhoria de habitação social, financiados pela câmara e pelo Governo.

JM/AA

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos