Covid-19/Porto Novo: Criadores de gado continuam “bloqueados” mas esperançados em dias melhores – associação

Porto Novo, 04 Mai (Inforpress) – A Associação dos Criadores de Gado no Porto Novo informou hoje que a actividade pecuária continua “bloqueada” neste concelho, mas acredita “em dias melhores”, com a reabertura da linha marítima entre Santo Antão e São Vicente.

O representante da Associação dos Criadores de Gado do Porto Novo, Romeu Rodrigues, disse à Inforpress que a classe, devido às restrições impostas pelo estado de emergência, decretado por causa da pandemia do novo coronavírus, ficou sem quaisquer rendimentos e não teve “até agora” qualquer apoio do Governo.

Em todo o concelho, foram 500 criadores de gado afectados pelas medidas que visam conter o alastramento da covid-19, já que a comercialização do queijo ficou paralisada com a interrupção da ligação marítima entre as ilhas de Santo Antão e São Vicente.

Este responsável diz acreditar que, “dentro de pouco tempo”, as coisas podem melhorar”, com a retoma do transporte dos passageiros neste percurso, já que “a venda do queijo depende muito” da ligação entre as duas ilhas vizinhas, que movimentam “centenas” de pessoas, diariamente.

Por isso, os criadores de gado aguardam com expectativa a normalização da ligação marítima entre Santo Antão e São Vicente, medida, também, defendida pelos operadores económicos santantonenses.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos