Covid-19- PN admite recorrer aos pré-reformados para reforçar a fiscalização do estado de emergência no País

Cidade da Praia, 01 Abr (Inforpress) – O director Nacional da Policia Nacional admitiu hoje a possibilidade da instituição recorrer aos pré-reformados para reforçar a fiscalização e o cumprimento do estado de emergência no País, apesar do registo do comportamento “bom” por parte da população.

Em declarações à Rádio de Cabo Verde, Emanuel Estaline Moreno avançou que as operações de fiscalização do estado de emergência em Cabo Verde decorrem na normalidade, indicando que a Policia Nacional tem apostado na pedagogia, visando garantir o cumprimento das medidas de prevenção.

“O que podemos dizer em relação às nossa operações, é que elas têm decorrido na normalidade. Nesta fase, a polícia tem ainda feito um trabalho ligada à pedagogia, informando aos cidadãos para o cumprimento das normas da situação que vivemos neste momento”, afirmou.

Destacou neste sentido, o trabalho conjunto que tem sido desenvolvido pela Policia Nacional, em parceira com a Policia Judiciária, IGAE, Forças Armadas, câmaras municipais, admitindo contudo que ainda há muito por fazer.

Emanuel Estaline admitiu a possibilidade de a PN recorrer aos pré-reformados para reforçarem a fiscalização e o cumprimento do estado de emergência no País.

“Há um despacho em stand by dos reformados que, conforme for a evolução da situação, assim saberemos também ajustar o nosso plano de forma a poder dar respostas a esta situação”, apontou, revelando que nesta fase, a PN tem feito não só algumas detenções de indivíduos que não tem vindo a observar as medidas.

Afiançou, contudo, que os cidadãos têm acatado as normas, apesar de alguma resistência, admitindo por isso a hipótese de “endurecimento das medidas” para garantir a saúde e o bem-estar de todos.

“O importante aqui é a saúde dos cidadãos e nós todos estamos conscientes do que está em causa é a nossa sobrevivência. A população está esclarecida em relação a esta matéria e a medida que vai passando os dias vamos endurecendo as nossas medidas, fazendo cumprir aquilo que está na lei”, declarou.

Relativamente à apreensão das viaturas, este responsável considerou que a PN, com esta medida, está a trabalhar na prevenção da covid-19, realçando, por outro lado, que “só desta forma será possível vencer esta pandemia para que não aja alastramento”

O director da PN apelou ainda ao comportamento cooperativo da população para se evitar pânico na sociedade e circulação de informações falsas que poderiam dificultar o cumprimento das medidas.

Cabo Verde registou até o momento seis casos positivos do novo coronavírus, sendo quatro na ilha da Boa Vista e dois na cidade da Praia.

Entre os quatro casos positivos na ilha da Boa Vista, um resultou em óbito, um cidadão inglês de 62 anos.

Nesta terça-feira, apresentava-se como o terceiro dia consecutivo em que não se registava nenhum caso do novo coronavírus.

A nível mundial, segundo dados divulgados hoje mostram que com um total de 30.063 mortes (para 458.601 casos), a Europa é o continente mais atingido pela pandemia de covid-19.

A Itália (12.428 mortes) é o país europeu mais afectado, seguida pela Espanha (8.189) e pela França (3.523
CM/JMV

Inforpress/Fim.

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos