Covid-19: Hospital Dr. Agostinho Neto limita visitas e cirurgias como medidas de prevenção

Cidade da Praia, 01 Abr (Inforpress) – Limitar visitas aos doentes e cirurgias apenas aos casos mais necessários são algumas das medidas de prevenção ao novo coronavírus (Covid-19) já adoptadas pelo Hospital Dr. Agostinho Neto, na Praia.

A informação é do presidente do conselho de administração do Hospital Agostinho Neto (HAN), Júlio Andrade, em declarações à Inforpress para falar de medidas adoptadas pelo Hospital da Praia num momento em que o mundo vive sob tensão devido à propagação do novo coronavírus.

“Para além disso, foi armado duas tendas, um dentro do hospital e o outro fora para que as pessoas com sintomas e problemas respiratórias possam ser atendidas. Na tenda, no exterior, os doentes são rastreados e caso o exame seja positivo são colocados na tenda no interior do estabelecimento hospitalar para seguir tratamento”, disse.

Estas medidas, segundo Júlio Andrade, têm também a ver com a necessidade de se evitar que pessoas com problemas respiratórios se misturem com doentes de outras naturezas.

As mesmas medidas, acrescentou, foram tomadas também a nível do sector da ginecologia, pediatria e do Banco de Urgência de Adultos.

Conforme Júlio Andrade, as cirurgias programadas e que não são de risco foram suspensas, estando o hospital da Praia a operar, neste momento, apenas casos oncológicos e os mais necessários e que podem pôr o doente em perigo.

As consultas, explicou, não foram canceladas, mas devido o Estado de Emergência decretado pelo Presidente da República, poucas pessoas têm aparecido.

Face a isso, adiantou que o hospital adaptou medidas no sentido de chamar por telefone os doentes crónicos aconselhando-os a aparecerem nas consultas ou a solicitar receitas médicas para compra dos medicamentos necessários.

Quanto a materiais necessários para que os profissionais de saúde se sintam protegidos, o PCA do Hospital Dr. Agostinho Neto avançou que a instituição há alguns meses reforçou o pedido de ‘stock’ de reagentes, de material de higiene, assim com o álcool gel.

Neste momento, informou que o Hospital da Praia possui uma reserva, a nível de alimentação para os doentes, de seis meses.

Para melhor controlar os trabalhadores e pessoas que estejam autorizadas a entrar no hospital, Júlio Andrade comunicou que, a partir de agora, todos serão monitorizados através de uma máquina que mede temperatura e oferece outras informações.

As medidas adoptadas pelo Hospital Dr. Agostinho Neto são preventivas e visam garantir mais segurança aos profissionais e doentes por causa da Covid-19.

Cabo Verde até terça-feira, 31 de Março, teve três dias consecutivos sem registar nenhum caso do novo coronavírus.

PC/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos