Covid-19: DGT já recebeu mais de três mil pedidos de suspensão de contratos de trabalho

Cidade da Praia, 03 Abr (Inforpress) – A directora-geral do Trabalho revelou hoje que já receberam mais de três mil pedidos de suspensão de contratos de trabalho, a situação mais preocupante é na ilha do Sal de onde já chegaram mais de 1200 pedidos.

Em declarações à Inforpress, por telefone, Clementina do Rosário frisou que o número, ainda “provisório”, é elevado, mas que, atendendo à situação que que se vive actualmente, tendo em conta que a grande maioria está ligada a sectores de hotelaria e restauração, “já era de se prever”.

“Estamos a falar das ilhas de São Vicente, Santiago, Boa Vista, Sal e Fogo. A ilha do Fogo é um número reduzido. O maior número de pedidos existentes neste momento é na ilha do Sal, que já são mais de 1200 pedidos de suspensão de contratos”, acrescentou.

A comunicação entre os empregados, a entidade empregadora e a Direcção-Geral do Trabalho (DGT) que, por seu turno, analisa os pedidos, tem sido feita através do correio electrónico, conforme precisou Clementina do Rosário.

“Foram reduzidos os prazos de 15 para quatro dias. Se houver qualquer dúvida pedimos sempre esclarecimentos à entidade empregadora e depois o processo é encaminhado. Até o momento, algumas empresas ainda não tiveram respostas porque são muitos pedidos que estão a entrar ao mesmo tempo”, informou.

A responsável avançou ainda que a DGT está também proceder a contratação de mais técnicos para dar vazão aos pedidos.

O objectivo, conforme pontuou Clementina do Rosário, é evitar o desemprego e proteger os trabalhadores.

“Com a suspensão dos contratos de trabalho, os trabalhadores têm alguma vantagem, na situação em que vivemos, porque estão a ser garantidos 70 por cento (%) dos salários, que é cobrido entre a entidade empregadora e o Instituto Nacional de Providência Social (INPS)”, explicou.

O regime de suspensão de contrato de trabalho entrou em vigor no primeiro de Abril, com um período de três meses, devido à crise provocada pela pandemia de covid-19, com os trabalhadores a receberem 70% do salário.

O país regista seis casos de covid-19, nas ilhas da Boa Vista e de Santiago (Praia), um dos quais resultou no óbito de um turista inglês de 62 anos.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infectou mais de 803 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 40 mil.

GSF/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos