Covid-19: Cabo Verde com 175 casos positivos necessita de uma massificação de comunicação sobre a transmissão do vírus – DNS

Cidade da Praia, 04 Mai (Inforpress) – O Director Nacional da Saúde defendeu hoje uma “maior e melhor comunicação” à população cabo-verdiana, no sentido de se lhes informar que o vírus da covid-19 “não anda”, mas que é transmitido pelos contactos de “pessoa para pessoa”.

Artur Correia fez este apelo após a apresentação do comunicado diário sobre a situação do novo coronavírus no país, cujo número de infectados nas últimas horas aumentou para 175, dos quais 116 registados na ilha de Santiago.

O concelho da Praia, de acordo com os dados tornados públicos, é a mais afectada, com 113 casos, representando um média de 65% dos casos nacionais.

Depois da concelho da Praia, segue-se os do Tarrafal, com dois casos, e São Domingos com um.

A ilha da Boa Vista, conforme a análise do representante do Ministério da Saúde, conta com 56 casos, o que representa 32 por cento (%) dos totais casos do país, com uma situação controlada da epidemia, e um em São Vicente.

Dos dados revelado, o DNS informou que até às 15:00 de hoje, foram contabilizados quatro suspeitos, sendo um na Praia, um em Santa Catarina de Santiago e um no Tarrafal de Santiago.

A cidade da Praia, sublinhou, continua a ser o concelho com mais casos positivos, tendo registado hoje mais dez casos positivos, aumentando para 113 o que, ajuntou, fez com que fosse aumentado o número de sítios de isolamento para que o Hospital Agostinho Neto ficasse disponível para casos mais graves.

Neste momento, precisou, o Hospital da Praia conta com sete internados e os restantes estão na Escola de Hotelaria, que já esta esgotada.

Nesta segunda-feira, frisou, foram colocadas em quarentena mais 20 pessoas, no espaço da Cruz Vermelha de Cabo Verde, em Achada Grande.

“Há um aumento crescente de casos até chegar a última semana epidemiológica, que terminou ontem, em que 449 pessoas estiveram em quarentena, sendo que destes 326 se encontram em quarentena obrigatória e 123 domiciliar”, disse.

Conforme Artur Correia, de Março a Maio, foram realizadas, a nível nacional, 1.512 testes, o que ajudou a identificar os casos suspeitos.

Segundo aquele responsável, a grande maioria dos diagnósticos foi feita partir da vigilância epitimológica dos casos confirmados, sendo que 72 diagnósticos foram a partir de casos assintomáticos.

A nível nacional, avançou a existência de 37 doentes recuperados e com alta, 451 pessoas em quarentena, sendo que a grande maioria na Praia, 102 pessoas em quarentena domiciliar (Santa Catarina 9, Tarrafal 52, Santa Cruz 25 e São Vicente 16) e em quarentena obrigatória 349 (Praia com 311).

Em Cabo Verde, segundo disse, já foi notificado um total de 175 casos, sendo 113 (65%) na Praia, um em São Domingos, dois no Tarrafal Santiago, três em São Vicente e 56 (32%) na Boa Vista.

A pandemia covid-19 já matou mais de 247.503 pessoas e infectou mais de 3,5 milhões em 195 países desde que surgiu em Dezembro na cidade chinesa de Wuhan.

PC/JMV
Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos