Comércio Externo: Preços dos produtos importados aumentaram 1,2% em Outubro de 2023

Cidade da Praia, 24 Nov (Inforpress) – Os preços dos produtos importados registaram um aumento de 1,2 por cento (%) no mês de Outubro, valor superior em 0,2 pontos percentuais (p.p) face ao mês anterior, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com uma nota do instituto, em Outubro deste ano, a taxa de variação mensal dos preços dos produtos exportados situou-se em 0,3%, um aumento de 1,1 pontos percentuais ao constatado no período transacto.

A taxa de variação mensal do índice de termos de troca foi de -0,9%, um aumento de 0,8 pontos percentuais relativamente ao mês anterior.

Os dados apontam que o índice de preços da importação fixou-se em 140,6%, um acréscimo de 1,2% ao mês anterior, tendo o índice subjacente e volátil na importação crescido de 1,0% e 1,8% respectivamente.

Segundo as estatísticas, o aumento dos preços ocorreu nas seguintes categorias de grupos: Bens de Consumo de 1,1%, justificada com a subida dos preços de produtos alimentares transformados de 1,9%, Bens de capital de 0,9, derivado da subida de preços de máquinas de 3,3% e no grupo dos Combustíveis 1,9%, devido a subida da única subcategoria denominada “Combustíveis”.

A diminuição dos preços na categoria Bens Intermédios de -0,6%, explica-se, avançou o INE, com a descida dos preços de “produtos transformados para a construção” de -2,2%.

Em termos homólogos, os índices de preços da importação aumentaram 16,8% em relação ao mesmo período de 2022, registando igualmente um acréscimo de 16,5% e 17,5% nos índices subjacente e volátil.

Nos índices de preços da exportação, no mês de Outubro de 2023, o INE revelou que os dados se situaram em 115,2, correspondendo a um aumento de 0,3% face ao mês anterior, sendo que os índices subjacente e volátil também registaram um acréscimo de 0,2% e 0,4% face ao mesmo período.

Em Outubro de 2023, realçou, a taxa de variação homóloga do índice de preços das exportações fixou-se em 8,4%, enquanto que os índices subjacente e volátil na exportação aumentaram 9,0% e 6,7% comparativamente ao mês de Outubro de 2022.

Os índices subjacente e volátil na exportação registaram acréscimos de 0,2% e 0,4% respectivamente, face ao registado no mês anterior.

O Índice de termos de troca (ITT) situou-se em 81,9, registando-se uma diminuição de 0,9%, comparativamente ao mês anterior, e tendo em termos homólogos fixado em -7,2%.

LT/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos