Centro de Coordenação e Despacho de Emergência 112 deverá entrar em funcionamento este ano – responsável

Cidade da Praia, 19 Mar (Inforpress) – O Centro de Coordenação e Despacho de Emergência 112 deverá entrar em funcionamento ainda este ano, estando o projecto na sua fase final, disse hoje à Inforpress o presidente do Serviço Nacional de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB).

A informação foi dada por Reinaldo Rodrigues, à margem da formação em Avaliação das Necessidades Pós-Desastres (PDNA), que teve início segunda-feira na Cidade da Praia e decorre até quarta-feira, 20, no âmbito do projecto “Capacitação para a recuperação resiliente- Fase II”.

Conforme o responsável, o 112 é um centro de coordenação a nível nacional que irá facilitar a interação e interoperabilidade entre o serviço nacional e os vários municípios.

“Neste momento, o projecto já está na sua fase final de conclusão, passando a ser um único centro que vai rececionar tudo aquilo que é chamada de emergência, tanto para a Policia Nacional como para a protecção civil”, explicou Reinaldo Rodrigues,, referindo que, a partir disso vai se distribuir as tarefas aos municípios consoante áreas do acontecimento.

O Centro de Coordenação de Emergência 112 foi aprovado pelo Conselho de Ministros em 2015. Pretendeu-se com a sua criação dotar o país de um sistema de comunicações de emergência que responda aos constrangimentos existentes e, por outro lado, estabelecer um plano de comunicações de emergência que deverá ser anexado ao plano de contingência do Serviço Nacional de Protecção Civil.

Conforme o executivo anunciara, a operacionalização do número único de emergência 112 implica a adopção de um conjunto de procedimentos fundamentais, capaz de receber chamadas de emergências, triagem e tipificação de ocorrências e despacho das chamadas para as entidades de socorro.

HR/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos