ENTREVISTA/Cabnave 40 anos: Trabalhadores beneficiam de refeitório e balneários novos e celebração singela

Mindelo, 22 Nov (Inforpress) – O presidente do conselho da administração da Cabnave disse hoje que os 40 anos da empresa serão celebrados de uma forma singela com os colaboradores e cumprindo uma reivindicação antiga que é a melhoria dos balneários e refeitório.

Conforme Ivan Bettencourt, que falava em entrevista à Inforpress a propósito dos 40 anos da Cabnave, as celebrações das quatro décadas de existência dos estaleiros navais “serão realizadas apenas com a família Cabnave” e de uma “forma simples”.

“Vamos fazer uma coisa mais simples e cantar os parabéns à Cabnave junto com os colaboradores. Encontramos uma reivindicação já antiga dos colaboradores que é ter mais dignidade nos balneários e melhoria das condições do refeitório.  Então, neste dia do nosso aniversário, vamos devolver os balneários aos nossos colaboradores com maior dignidade e atendendo assim a uma das maiores reivindicações que encontramos”, informou.

Segundo Ivan Bettencourt, a Cabnave serve diariamente 196 refeições diárias a todos os trabalhadores, que pagam apenas 35 escudos por cada refeição. Todos os outros custos são assumidos pela empresa o que perfaz um investimento de cerca de 800 contos mensais, daí a necessidade de melhorar as estruturas da área de alimentação pensando em investimentos futuros.

“Nesse momento as refeições são feitas por uma empresa que já tem vários anos a prestar serviço, mas para o ano vamos analisar o que se poderá fazer. Nós vamos ter, a partir da próxima semana, 50 jovens em duas formações, numa parceria Escola do Mar (EMar) e a presidente do conselho de administração da EMar sugeriu a possibilidade de uma das formações, por exemplo o cozinheiro do navio, ser ministrada aqui na Cabnave. E, nesse caso, vamos dar mais vida ao nosso refeitório”.

No entanto, conforme Ivan Bettencourt, toda a estrutura da Cabnave vai receber obras, inclusive como melhoria da própria estrutura administrativa visto que “é cartão de visita da empresa”.

“Vamos renovar a nossa sala porque é aqui que vamos receber possíveis parceiros de negócios e para isso temos de ter dignidade e também dar toda a dignidade à Cabnave”, arrematou.

A Cabnave foi inaugurada em 22 de Novembro de 1983 e, nessa altura, também tinha vocação para a construção naval.

Na altura quando foi construída tinha falta de mão-de-obra, por isso desde os primeiros momentos até hoje a Cabnave tem um centro de formação que, segundo Ivan Bettencourt, em 40 anos já formou mais de 500 jovens internamente, muitos deles ainda são funcionários da empresa.

Nessas quatro décadas também fez três embarcações de pesca metálicas de dimensões de 30 metros e garantiu a sustentabilidade e a segurança da navegabilidade de todos os barcos que passam nas águas de Cabo Verde, principalmente dos que fazem as ligações internas, e os que ligam as ilhas ao mundo.

CD/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos