Boa Vista: Associação Onze Estrelas forma jovens em empreendedorismo sócio-ambiental

Sal Rei, 24 Mai (Inforpress) – A Associação Onze Estrelas entregou certificados a 26 formandos que participaram da formação para elaboração e gestão de projectos em empreendedorismo sócio-ambiental, com o intuito de incentivar os participantes a desenvolver planos empresariais ligados à sustentabilidade ambiental.

Conforme apurou a Inforpress, esta formação, que durou quase um mês e mobilizou jovens de todas as comunidades da Boa Vista, foi ministrada por três formadores e constituída por quatro módulos, e teve como objectivo levar os jovens a conhecer os recursos naturais e a elaborar projetos socio-ambientais que visam algum rendimento.

Segundo explicou o dirigente da Associação Onze Estrelas, Carlos Morais, esta formação veio da necessidade de dar continuidade a modelos de sustentabilidade para a biodiversidade, acrescentando que as comunidades locais ainda não assumiram a gestão e conservação das áreas protegidas e da biodiversidade, e de também tirarem o proveito do turismo local.

Carlos Morais, que foi também formador desta acção, disse que “a ideia é ligar estes factores e fazer com que a comunidade e jovens conheçam e conservem a biodiversidade através de projectos empresariais socio-ambientais e contribuir para uma melhor qualidade de vida das famílias e das comunidades”.

A formação contou ainda com vertente prática sobre as boas práticas ambientais, análise dos factores críticos de sucesso, e ainda visitas a áreas protegidas de Curral Velho, Santa Mónica.

Para o formador, Zico Santos, que trabalha com a agricultura, esta formação foi muito excelente em vários aspectos principalmente no que diz respeito ao empreendedorismo.

“Tendo em conta as ideias de negócio que estivemos a analisar e a desenvolver, que normalmente estão travadas, com esta formação serviu como incentivo para desenvolver os nossos projectos. Depois desta formação, abrimos novos horizontes principalmente na questão de salvaguardar o património e a sustentabilidade ambiental”, disse Zico, que considera que é preciso mudar o paradigma e mudança de mentalidades na exploração de negócios tendo em conta a sustentabilidade ambiental e complementares ao turismo.

Esta Formação foi promovida pela Associação Onze Estrelas, financiado pelo projecto Biodiversidade e Turismo através da coordenação do Ministério da Agricultura e Ambiente e contou com a parceria da Câmara Municipal da Boa Vista e Sociedade de Desenvolvimento das Ilhas de Boa Vista e Maio.

VD/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos