Associação de Cinema e Audiovisual lança II Edição do Concurso “100 anos de Amílcar Cabral”

Cidade da Praia, 02 Set (Inforpress) – A Associação de Cinema e Audiovisual de Cabo Verde (ACACV) lança no dia 12 a II Edição do Concurso “100 anos de Amílcar Cabral”, visando apresentar “vários olhares” sobre a figura de Amílcar Cabral.

O presidente da ACACV, Júlio Silvão Tavares, fez este anúncio hoje, em declarações à Inforpress, e sublinho que em 2024 completa-se os 100 anos do nascimento de Amílcar Cabral, mas a pretensão é apresentar “vários olhares” sobre a figura de Cabral, até esta data.

O concurso “100 anos de Amílcar Cabral”, indicou, é um desafio lançado pelo Ministério de Cultura, abraçado pela ACACV, em parceria com a Fundação Amílcar Cabral, no intuito de dar a conhecer “mais e melhor” esta figura de proa da nacionalidade cabo-verdiana.

Segundo Tavares, esta competição permite à sociedade cabo-verdiana “conhecer profundamente” aquilo que foi e é o patrono da nação de Cabo Verde, bem como conhecer a visão de diferentes gerações sobre o mesmo.

Para concorrer, os candidatos devem apresentar filmes de duração máxima de cinco minutos sobre Amílcar Cabral do ponto de vista do próprio realizador, informou o presidente, sublinhando que existe “bastante matéria” de pesquisa para realização dos filmes.

“Pode ser filme de qualquer género, o nosso foco mesmo é nos documentários, porque é mais fácil produzir filmes documentários sobre esta figura do que estar a ficcioná-lo, já que existem matérias, obras suficientes de escritores para fazer pesquisas, há também um documento fundamental que é Unidade e Luta de escritor Mário Andrade, que trouxe para o público profundeza aquilo que foi e é Amílcar Cabral”, clarificou.

O concurso, conforme este responsável, irá decorrer até aos últimos dias do mês de Dezembro, e a 20 de Janeiro será feita a declaração do vencedor, no dia da efeméride do desaparecimento físico de Amílcar Cabral e das comemorações do Dia dos Heróis Nacionais.

O concurso é aberto a todos os cabo-verdianos e ao primeiro classificado será atribuído um prémio monetário de 100 mil escudos, ao segundo 75 mil escudos e ao terceiro 50 mil escudos.

Os concorrentes deverão enviar seus trabalhos para a ACACV e os mesmos serão avaliados por um grupo de júris capacitados, constituído por membros da associação.  

TC/AA

Inforpress/Fim 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos