Abertas até final do mês candidaturas para receber apoio financeiro do Núcleo Nacional do Cinema

Mindelo, 24 Out (Inforpress) – O Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas (MCIC) tem aberto até o dia 31 deste mês as candidaturas para a selecção de projectos aptos a receberem apoio financeiro do Núcleo Nacional do Cinema.

De acordo com o edital divulgado serão financiados documentários cinematográficos, incluindo curtas-metragens, com mínimo de 15 minutos e máximo de 20 minutos, filmes de ficção, curtas-metragens, com mínimo de 15 minutos e máximo de 20 minutos, documentários para televisão, com mínimo de 15 minutos e máximo de 20 minutos.

Além disso, todos os conteúdos ou histórias devem ser retratos nacionais e produzidos dentro do território nacional.

Conforme o Ministério da Cultura, o objectivo é incentivar o sector do cinema e do audiovisual no País, promovendo a descentralização da execução dos projectos e a democratização no acesso aos recursos disponibilizados pelo Governo.

Assim, acrescentou o mesmo documento, podem candidatar-se os realizadores e os produtores independentes nacionais e estrangeiros residentes no País nos termos da Lei n.º 99/IX/2020, de 6 de Agosto.

No caso dos candidatos com uma outra nacionalidade, os mesmos devem possuir residência permanente numa das ilhas de Cabo Verde e demonstrar um percurso activo, por mais três anos, no cinema e no audiovisual nacional.

Na avaliação dos projectos, o júri, indicado pelo Núcleo Nacional do Cinema, aplicará os critérios como o potencial artístico e cultural do projecto, a originalidade do tema, história ou  abordagem, consistência do argumento cinematográfico e a sua adequação à proposta estética, a adequação da descrição da ação e diálogos à realização cinematográfica, a consistência e exequibilidade de produção do projecto e o potencial de circulação nacional e internacional da obra projectada em sala, festivais e outros.

CD/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos